Categorias
PHP

O que posso definir no ini_set() do php?

Bom, estes dias eu pensei numa aplicação mais robusta que precisasse de alterações em muitas configurações do php, no entanto, tive que considerar o fato de muitos desenvolvedores não terem acesso ao arquivo php.ini, e me lembrei de uma situação que vivi alguns meses atrás: “O que posso definir no ini_set()“.

Para mais informações sobre ini_set, acesse a documentação da mesma em http://www.php.net/manual/pt_BR/function.ini-set.php.

Então, vamos explicar algumas coisas.

Diretivas do PHP

Diretivas são informações, tipo constantes, que o compilador usa para saber o que deve fazer com o código em questão na hora de realizar algum processamento. Geralmente, estas diretivas ficam em um arquivo de configuração (“.ini”), e que o administrador do sistema pode modificar para se adaptar às suas necessidades de processamento.

No php.ini o administrador pode modificar muita coisa da linguagem, e o desenvolvedor, pode usar da função ini_set() para alterar algumas configurações básicas dentro de um arquivo bootstrap ( bootstrap é um arquivo com algumas configurações da aplicação que pertencem propriamente ao PHP ou à aplicação em si ).

A chamada é simples:



init_set('diretiva', 'valor');

O uso mais comum é de display_errors.

Entrentanto, se quiséssemos modicar outras diretivas, quais poderíamos? Bom, ai está a questão, e precisamos entender como o PHP define as prioridades delas.

Existem basicamente 4 tipos de diretivas no PHP, são elas, que a referência define como “modos”:

PHP_INI_USER – A entrada pode ser definida nos scripts do usuário (como com ini_set()) ou no registro do Windows

PHP_INI_PERDIR – A entrada pode ser definida no php.ini, .htaccess ou httpd.conf

PHP_INI_SYSTEM – A entrada pode ser definida no php.ini ou httpd.conf

PHP_INI_ALL – Entrada pode ser definida em qualquer lugar

Então já temos uma luz ai. PHP_INI_USER e PHP_INI_ALL possuem permissão para serem definidas num arquivo bootstrap ou em qualquer arquivo php.

Onde achar estas diretivas?

O PHP possui um lista de diretivas, bem generosa, que pode ser acessada neste link do manual:

http://www.php.net/manual/pt_BR/ini.list.php

Olhar para esta lista não vai ajudar em nada, se não entender para o que serve, e onde aplicá-las, mas quanso se sabe o que quer, faz sentido!

Categorias
Dica PHP

[ Dica PHP ] Como encontrar strings dentro de string ou arquivo

Eh, coisa besta!

Estes dias precisei disto, e embora, simples, tem quem não saiba por não dominar expressões regulares.





<?php



/*

 Procura todas as ocorrências

 dentro do string passado

 no segundo parametro

*/



$string = "inicio Esta é uma string a ser inspecionada fim"; // poderia ser um arquivo file_get_contents('nome-arquivo.extensao')



preg_match_all("/inicio(.*)fim/", $string, $resultados );



foreach ( $resultados[1] as $resultado ) {

print $resultado . '<br />';

}



// fim



Categorias
PHP PHP 5 PHP Classes

Class DirectoryHandler auxílio para a função rename do PHP no Windows

Solução para resolver o problema com rename no windows

Estes dias me deparei com um problema chato pra dedéu enquando desenvolvia uma nova aplicação para a empresa que trabalho!

O PHP no meu apache rodando em Windows não executava a função rename() correntamente.

Então resolvi o problema criando uma classe utilizando alguns recursos nativos da SPL do PHP 5 e misturando um pouco com recursos que já são até barbudos do PHP e que se não cuidar enrosca no servidor quando estiver rodando (riso, tudo bem não teve graça ).

Categorias
Javascript

Como Pegar o Valor de Ancora do URL

Eu sou programador PHP há mais de 7 anos e nunca havia me deparado com uma necessidade tão básica:

“Pegar o valor de uma Ancora HTML passada pelo URL”

Categorias
PHP PHP 5 Tutorial

[Tutorial ] Classe Datetime do PHP – Parte 01

Introdução

O PHP é uma linguagem de programação web muito utilizada atualmente pela sua extrema facilidade de aprendizado e pelo fato de sua arquitetura estar totalmente voltada ao programador. Os responsáveis pelo PHP acertam sempre quando integram um novo recurso na linguagem, pois sempre que algo novo é adicionado, a facilidade de acessar o mesmo é sempre fácil, prática e dinâmica em muitos casos.

Com o crescente uso do PHP por programadores que utilizam a Orientação à Objetos, o PHP acabou dando um show neste quesito após o lançamento da versão 5.

E como não poderia faltar, e o que é o tema desta sequência de tutoriais, o PHP 5 vem com uma classe interna chamada DateTime, que possui alguns recursos interessantes para manipulação de datas.

Categorias
MySQL PDO PHP PHP 5

Classe de Paginação com PDO

Já há algum tempo que escolhi o PDO como classe para trabalhar com banco de dados no PHP,

e não por menos encontrei problemas com paginação de resultados.

Num domingo, resolvi criar um código estruturado para paginar um site que desenvolvi em www.himoveis.com.

Então hoje resolvi criar uma classe baseada neste código.

Categorias
Ajax Javascript jQuery MySQL PDO PHP PHP 5 Sem categoria

Criar Combo Dinâmico em Ajax com jQuery + PHP

Listando Paises, Estados, Cidades e Bairros

  • Código fonte zipado

Após usar extensivamente este recurso que vou apresentar aqui decidi compartilhar como eu procedo para obter tal resultado.